13 janeiro 2016

[Resenha] O Leitor - Bernhard Schlink

Título original: Der Vorleser
Autor: Bernhard Schlink
Minha edição: Record

"Na destroçada Alemanha do final da Segunda Guerra Mundial, o adolescente Michael Berg conhece Hanna, uma mulher vinte anos mais velha, com quem inicia um caso amoroso marcado pela descoberta do sexo e da literatura. Quando a amante desaparece de repente, o jovem passa a acreditar que jamais voltará a revê-la.

No entanto, anos depois os dois se reencontram. Ele, como estudante de Direito envolvido em um caso de crimes de guerra. Ela, no banco dos réus, acusada de atrocidades em um campo de concentração nazista. Ao reviver as lembranças da mulher que amou e o desejo de justiça, Michael descobre que antiga amante parece guardar um segredo que ela considera mais grave que homicídio."

06 janeiro 2016

[Resenha] Para Sempre Alice - Lisa Genova

Título original: Still Alice
Autor: Lisa Genova
Minha edição: Nova Fronteira

"Alice Howland sempre foi uma mulher de certezas. Professora e pesquisadora bem-sucedida, não havia referência bibliográfica que não guardasse de cor. Alice sempre acreditou que poderia estar no controle, mas nada é para sempre. 

Perto dos cinquenta anos, Alice começa a esquecer. No início, coisas sem importância, até que ela se perde na volta para casa. Estresse, provavelmente, talvez a menopausa; nada que um médico não dê jeito. Mas não é o que acontece. Ironicamente, a professora com a memória mais afiada de Harvard é diagnosticada com um caso precoce de mal de Alzheimer, uma doença degenerativa incurável. 

Poucas certezas aguardam Alice. Ela terá que se reinventar a cada dia, abrir mão do controle, aprender a se deixar cuidar e conviver com uma única certeza: a de que não será mais a mesma. 

Enquanto tenta aprender a lidar com as dificuldades, Alice começa a enxergar a si própria, o marido, os filhos e o mundo de forma diferente. Um sorriso, a voz, o toque, a calma que a presença de alguém transmite podem devolver uma lembrança – mesmo que por instantes, e ainda que não saiba quem é."

16 fevereiro 2015

[Resenha] Eldest - Christopher Paolini

Título original: Eldest
Autor: Christopher Paolini
Minha edição: Rocco

"Eldest acompanha o amadurecimento do jovem guerreiro protagonista da história e mostra também o crescimento de Christopher Paolini como escritor. Agora com 20 anos, o jovem autor utiliza técnicas narrativas mais complexas para contar as aventuras e os desafios encarados por Eragon. "Ousei mais neste segundo livro e usei técnicas que não tinha usado no primeiro, como trocar pontos de vista e trabalhar de maneira mais completa os personagens e suas emoções", explica o escritor.

A narrativa de Eldest começa três dias após a cruel batalha travada por Eragon para libertar o Império das forças do mal. Agora, o Cavaleiro de Dragões se vê envolvido em novas e emocionantes aventuras. Em busca de um tal Togira Ikonoka, que supostamente possui as respostas para todas as suas perguntas, Eragon parte, junto com Saphira, o dragão azul que o acompanha desde o início da aventura, para Ellesméra, a terra onde vivem os elfos. Lá, eles pretendem aprender os segredos da magia, da esgrima e aperfeiçoar o seu domínio da língua antiga.

Em sua jornada, que também é uma caminhada para a maturidade, Eragon conhece seres e lugares diferentes e se apaixona por Arya, filha da rainha Islanzdaí. Mas também descobre que nem tudo é o que parece. Conflitos e traições aguardam o jovem herói e por um longo tempo ele não tem certeza em quem pode confiar. Os desafios de Eragon são entremeados pela luta de Roran, cuja importância aumentou em relação ao primeiro livro, formando narrativas paralelas que se juntam no fim com um único objetivo: derrotar o grande rei.

Mais maduro e preparado, Eragon consegue afastar o exército inimigo por algum tempo. A vitória definitiva, no entanto, só acontece depois da revelação de um grande segredo, que fará com que Eragon e Roran se unam novamente e decidam partir para uma nova e perigosa missão, que parece ser o ponto de partida do terceiro livro: salvar a noiva de Roran, Katrina, dos Ra’zac."